Rasecenemys

Blog Rasecenemys 2 WordPress.com

50 tons de jornalismo


Em uma entrevista de emprego com o Sr. Grey…

— Sou totalmente consciente de que estou indo por um caminho escuro, Anastásia, e por isso quero de verdade que pense bem. Com certeza tem coisas para perguntar-me. — Disse soltando minha mão e dirigindo-se com passo tranquilo para a sala de reunião da redação.
Eu tenho. Mas por onde começo?
— Assine um acordo de confidencialidade, assim que pode perguntar o que quiser e responderei.
Fico em pé, perto da entrada da sala, e observo ele tirar uma papelada de uma gaveta e deixar na minha frente.
— Sente-se. — Disse apontando um banco junto à bancada.
Obedeço a sua ordem. Se vou aceitar, terei que me acostumar. Percebo que se mostrou dominante desde que o conheci.
— Falou sobre os papéis.
— Sim.
— A que se refere?
— Bom, além do acordo de confidencialidade, há um contrato que especifica o que faremos e o que não faremos. Tenho que saber quais são seus limites, Anastásia.
— E se não quiser?
— Perfeito. — Responde com prudência.
— Mas, não teremos nenhuma relação? — Pergunto.
— Não.
— Por quê?
— É esse o único tipo de relação que me interessa. Você vai ser contratada como freelancer.
— Por quê?
Encolheu os ombros.
— Por que o mercado é assim.
— E como chegou a ser assim?
— Por que cada um é como é? É muito difícil saber. Porque alguns empregos é preciso de concurso público, outros processos seletivos, outros contratam sem vínculo empregatício. A senhora Jones, a editora, deixou algumas pautas para essa noite.
Tirou um pendrive do bolso e colocou na minha frente.
E agora começamos a falar sobre concurso público… maldição…

— Que normas tenho que cumprir?
— Tenho por escrito. Veremos depois do cafézinho.
Cafezinho?… Eu não gosto de café!
— De verdade, eu não gosto de café. — Sussurrei.
— Vai tomar café, sim — Se limitou a responder.
O dominante Christian. Agora está tudo claro.
— Se achar ruim, eu te sirvo de novo.
Serviu-me uma xícara de café e sentou a meu lado. Dei um rápido gole.
— Fará bem tomar café, Anastásia.
Peguei um uma bolachinha. Com isto sim, que posso. Ele revirou os olhos.
— Faz muito tempo que está nisso? — Perguntou.
— Sim.
— É fácil encontrar jornalistas que aceitem?
Ele olhou e levanto uma sobrancelha.
— Ficaria surpresa. — Respondeu friamente.
— Então, porque eu? De verdade, não entendo.
— Anastásia, já te disse. Tem algo. Não posso me afastar de você. — Sorriu ironicamente. — Sou um pássaro atraído pela luz. — Sua voz ficou trêmula. — Se que você é recém-formada, e agora está desesperada por um emprego… — Respirou fundo e engoliu.
O estomago dava voltas. Precisava desse emprego… de uma maneira louca… é verdade, mas este emprego bonito, explorador estava me chamando.
— Não. Ainda não assinei nada, assim, acho que farei o que quiser, se não se importa.
Seus olhos se acalmaram e seus lábios esboçaram um sorriso.

NORMAS

Obediência:
A contratada obedecerá imediatamente todas as instruções do Editor, sem duvidar, sem reservas e de forma expressiva. A Submissa aceitará toda atividade trabalhista que os Chefes considerarem oportuna. O fará com entusiasmo e sem duvidar.

Sono:
A contratada terá direito a quatro horas de sono diário, tendo que levar para casa os trabalhos que não conseguir terminar no horário do expediente, que são de doze horas diárias.

Refeição:
Ganhará um vale refeição de R$ 8,00 por dia. O café e a bolachinha consumidos serão descontados na folha de pagamento.

Roupa:
Não terá uniforme, nem capa de chuva ou outro tipo de roupa disponibilizada pela empresa. Terá que arcar com todos os gastos.

Exercício:
A empresa não permite funcionários que não são da diretoria usar o elevador, então, todos os repórteres, sociais media, assessores de imprensa e afins terão que subir os 12 andares pela escadaria de incêncio.

Segurança pessoal:
A empresa não fornece colete a prova de balas, segurança ou seguro de vida. Caso o contratado faleça em serviço, mandaremos nossas condolências e a conta da funerária para a família.

Qualidades pessoais:
É preciso saber escrever para impresso, revista, digital (com todas as normas de SEO), editar vídeo, áudio, imagens, diagramar, fazer follow up, relatórios de mídias sociais, assoviar e chupar cana. É preciso ter também duas pós-graduações e falar três idiomas, além do nativo.

Benefícios pagos:
O contratante pagará o salário de R$ 1.038,00, mais vale refeição de R$ 8,00 por dia. Todas as despesas gastos com telefone, locomoção para as pautas (táxi ou gasolina) e afins serão descontados do contratado.

Terminei de ler o contrato. Me levantei e parti sem dizer adeus. Não me matei na faculdade para ser escravizada.

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: